Creche para Poli?!

Um dos grandes benefícios do doutorado é poder montar meu próprio horário, pois não tenho que estar em um escritório de segunda a sexta de 9-18h. Por isso que, depois de pentelhar o Thiago durante 3 anos (e quase entrar em depressão porque eu não tinha um amiguinho de 4 patas...é que sou o tipo de pessoa que PRECISA de amor canino), ele finalmente me deu de presente a Poliarquia quando eu passei no doutorado em 2009.

Normalmente, eu fico em casa praticamente o dia todo, pois é em casa que estudo e trabalho. Só saio para assistir/dar aula (umas 10 horas semanais, se tanto...) São poucos os dias que fico o tempo todo fora, então minha cachorrinha sempre tem companhia (e sempre me faz compania também).

Porém, nessas últimas semanas,  tenho me enfurnado na biblioteca do campus para poder estudar minhas 10 horas sem distrações (sim, por incrível que pareça, a média de horas estudadas nessas últimas semanas tem sido de 14-16 horas por dia...10 na biblioteca, 4-6 em casa). E aí, para não abandonar minha cachorrinha linda em casa o dia todo (e não abusar da minha amiga vizinha, que de vez em quando passa lá em casa para brincar com a Poli) acabo deixando-a (ou seria "a deixando"? não sei onde colocar o pronome do objeto nessa frase) no doggie day care, ou seja, creche canina.
Desde o começo do mês, deixo minha cachorrinha foférrima na "creche" todo dia às 7 da manhã, vou para a biblioteca, e volto para buscá-la às 19h. A "creche" que ela tem frequentado é a City Dogs, que fica a uns 20 minutos a pé daqui de casa (ou seja, nessa brincadeira de deixar e buscar a Poli, eu acabo andando uns 80 minutos por dia...até que é um bom exercício). Tenho gostado muito do serviço da City Dogs. Lá, os cães ficam soltos em dois ambientes diferentes. A Poli fica no segundo andar da casa, junto com os outros cães pequenos e alguns maiores (porém velhinhos, que já não têm muita energia). De tardinha, por volta das 13-14h, a Poli sai para passear com os outros cães por meia hora, o que para ela, é mais que suficiente, considerando que ela ainda caminha 20 minutos para chegar lá de manhã e 20 minutos a tarde para voltar para casa. 

Além de saber que minha cachorrinha tem companhia durante essas horas que estudo (seja companhia canina ou humana, pois sempre tem 2-3 pessoas em cada sala junto com os cães), uma coisa que acho muito legal de lá é que todo dia, quando vou buscá-la, recebo um "boletim" para saber como foi o dia da Poli. Tem o boletim do passeio e o boletim do daycare. É muito engraçadinho!

Obs: eu sei que cachorro não é gente, tá? Mas isso não é motivo nenhum para abandoná-la em casa o dia inteiro...é muito melhor ela ter "amiguinhos" caninos com quem ela possa brincar de correr, do que ficar em casa, deprimida, me esperando voltar...

Labels: ,