Terceiro Caso (e o melhor de todos!): A igreja metodista e eu

No dia 5 de novembro de 2008 (num falei que isso acontece há tempos?!), recebi um email da Hamburg United Methodist "me" lembrando da reunião do dia 11 de novembro, aonde várias voluntárias iriam se encontrar para trabalhar nas colchas de retalho para o bazar que iria arrecadar dinheiro para pacientes com cancer.

Nessa época, eu respondia todos os emails errados, com um recadinho bem simpático, falando que a pessoa tinha entrado em contato com a Helen Harris "errada," para checarem o email da Helen Harris "conhecida" e encaminharem o email corretamente para ela. E aí veio a primeira pérola:

Após pedir que ela me removesse da lista, a senhorinha que estava organizando a reunião (e apesar de não conhecê-la, tenho 90% de certeza que ela era uma velhinha...) me manda a seguinte resposta:
Tradução:
"Eu lhe enviei um email sobre a Colcha de Retalho semana passada pelo grupo de email. Você pediu que eu lhe removesse da lista de email porque você não sabe quem nós somos. Acho isso muito difícil de acreditar, particularmente porque você visitou minha casa na reunião dos 40 Days of Purpose (gente, sei lá o que é isso...imagino que seja algo metodista, não sei...) Você ainda está interessada em participar dos emails das colchas de retalho para os pacientes de câncer? Por favor me avise, pois estou muito confusa!"

Quando vi essa resposta, MORRI de rir! LOUCA, né? Dessa vez, respondi um pouco mais agressivamente e ainda inventei que era aluna de mestrado no Rio de Janeiro (justamente para deixar BEM CLARO que NUNCA tinha ouvido falar nela, nem da organização...) 

Aí veio a segunda pérola (e esse deletei sem querer...mas me lembro direitinho...):
Querida Ms. Harris, peço desculpas pela confusão e agradeço seu retorno. Será que você poderia me dizer qual é o email da Helen Harris "certa"? 

Sério, foi aí que parei de responder...Deu vontade de perguntar, "Minha senhora, você não entendeu que eu NÃO SOU a sua conhecida e que não tenho idéia de qual é o email dela?!"
Muito sem noção...

Labels: