Correios Expresso? Nadinha...

Há mais ou menos umas três semanas atrás coloquei no correio um envelope com os seguintes itens: uns 20 cartões de agradecimento (sabe aqueles todos que escrevi?! Então, achei que fazia mais sentido enviá-los em um pacote só para o Brasil e minha mãe distribuir, por ser mais barato); um furador de papel que minha tia pediu (desses pequeninos, de mão, de fazer um furo de cada vez); e...NOSSA CERTIDAO DE CASAMENTO.

Esses itens todos foram colocados em um envelope especial dos correios, para entrega internacional expressa (ou seja, 3-5 dias úteis e muito mais $$$$), isso tudo no dia 21 de julho. Vocês acham que o envelope chegou?!


Nadinha! De acordo com o site de rastreamento dos correios, o envelope está em trânsito para Fiscalização Alfândegaria...Detalhe: Toda vez que você manda um pacote (por menor que seja...no meu caso, um envelope A4 relativamente bem recheado) você preenche um documento com a descrição dos itens que fica preso ao exterior do envelope. E aí minha pergunta: por que diabos a alfândega está parando um envelope que tem como descrição dos itens: 1 certidão de casamento, 20 cartas pessoais e 1 furador de papel que vale menos que US$15?! 

Enfim, por estar demorando tanto, entrei em contato com os correios brasileiros e americanos e dei entrada em uma manifestação, pois os itens (que foram feitos via correios expresso) ainda não chegou no destinatário. A resposta: 

"...este objeto encontra-se retido aguardando Fiscalização Alfandegária (valeu! isso já sabia)...Esses agentes têm autorização legal...para abrir uma encomenda sem verificar o conteúdo, liberá-la para entrega ao destinatário ou até determinar sua não entrega....Esclarecemos que não há prazo legalmente estabelecido para fiscalização de objeto postal..."

Ou seja: Bye bye certidão de casamento e 20 cartões de agradecimento que passei um dia inteiro escrevendo com tanto carinho, porque agora tenho certeza que ficará perdido na alfândega...a não ser que alguém faça uma macumbinha, reze uma prece, ou venda um orgão aos deuses alfandegários... 

Resumindo: aprendi minha lição e jamais usarei os correios (nem na versão Priority/Express) para mandar coisas para o Brasil. 

Ah, por que mandei a certidão?! Porque precisamos que a certidão seja autenticada pelo consulado português no Rio para podermos reconhecer o casamento em Portugal (é que tenho cidadania portuguesa...). Originalmente a embaixada portuguesa aqui em DC tinha me falado que só precisava levar a certidão de casamento original, que por ser brasileira (logo, em português) não precisa ser autenticada pelo consulado do local do casamento, mas aí, ao chegar aqui, falaram que ela precisava ser reconhecida e autenticada pelo consulado português do Rio...então tive que mandar a certidão de volta para o Rio.

E pergunta 2: por que não mandei por Fedex/UPS/uma empresa privada, que é mais seguro e garantido?! Porque até hoje nunca tinha tido problema em mandar itens pelos correios para o Brasil, algo que faço com uma certa frequência. Sempre pago um pouquinho mais para mandar via correios expresso e minhas encomendas sempre chegam dentro da data estimada...nunca iria imaginar que, ao mandar um envelope magrinho, ele ficaria parado na alfândega.

Labels: