As ervas do vizinho são sempre mais verdes

Bem, considerando que não tenho ervinhas aqui em casa, por default, as do vizinho já são mais bonitas.

Já falei aqui que ter uma hortinha é um dos meus sonhos de consumo. Acho um charme ir logo ali, no jardim (ou na varanda/janela, pra quem mora em apê), buscar as ervas culinárias para preparar um prato delicioso. Sem falar que é bem mais econômico, pois sempre que compro um chumaço de ervas para alguma receita, metade acaba sendo inutilizada e vai pro lixo :( (se alguém tiver alguma dica de como preservar, deixe nos comentários. Muito obrigada!)

Daí que, esses dias, passeando com Poli (e finalmente usando a entrada dos fundos do prédio, que quase nunca uso), vi essa hortinha de ervas, simples, porém super prática, feita por algum vizinho.
  Um close na hortinha: 

A hortinha é bem Simon & Garfunkel, com "parsley, sage, rosemary and thyme" (sempre quis fazer uma referência a essa música...finalmente consegui!)


Na hortinha, tem salsinha, erva básica para várias receitas.

Sálvia, que deve ficar uma delícia em um molho amanteigado com gnocchi caseiro. 

Alecrim, alecrim dourado que nasceu no campo sem ser semeado (alguém mais se lembra dessa musiquinha?) 

Tomilho (ou seria orégano?)

Cebolinha (que SEMPRE me faz pensar na Turma da Mônica...)

E para completar, três vasos enormes com o manjericão mais lindo que já vi.

Sério, esse manjericão não é lindo? Fico imaginando o molho pesto maravilhoso que ele deve fazer (e ele é SUPER perfumado! Toda vez que passo por ali, tem um cheiro maravilhoso)

É feio roubar do vizinho, então não vou sair por aí cortando as ervas, mas será que dá para deixar um recadinho pedindo permissão para usar as ervinhas de vez em quando?

Labels: ,