Voltei! (com novidade...)


Cartão hilário da Julie Ann Art (Etsy).

Há umas 11 semanas, em Williams, AZ, eu acordei cedinho, me tranquei no banheiro, fiz pipi no palitinho e deu isso: 

Minha primeira reação: vomitar. Lindo, né?! E não, ainda não era enjôo (enjoos só apareceram umas 2 semanas depois). Era mais uma combinação de pânico, medo e insegurança. Passei o dia todo quietinha, na minha, sem falar nada pro marido (é que eu processo informação e mudanças de forma introspectiva...) 

Porém, a noite, no jantar já em Las Vegas, fiz um pedido de sobremesa especial:
Daí que a garçonete traz esse prato, e marido fica olhando, sem entender nada. Ela literalmente teve que ler para ele entender. Momento fofo?! #fail... Apesar da notícia feliz, foi um pouco frustrante passar o resto da nossa viagem em Vegas evitando bom vinho, cafeína e cocktails...

Marido quis logo sair contando para todo mundo, mas eu quis esperar. Primeiro porque queria ir no médico para confirmar tudinho, ter certeza que não era uma gravidez ectópica ou molar, e segundo, como praticamente 80% das minhas amigas já tiveram um aborto espontâneo, eu queria esperar o primeiro trimestre passar para sair contando para literalmente TODO mundo.

Não sei como funciona no Brasil, mas aqui nos EUA, em geral, médicos só vêem pacientes grávidas a partir da 8a-10a semana, já que o risco de aborto espontâneo é bem alto nessas primeiras semanas. Meu médico foge um pouco da norma, e aceita consultas de grávidas a partir da 6a semana. (pausa para falar que meu médico é especial! Eu sempre tive preconceito com ginecos homens, tanto que fiquei na dúvida de ir nele quando minha amiga o recomendou...mas quando vi que ele tinha graduação em Harvard, faculdade de medicina em Yale e residência em Columbia, aonde ele também foi residente-chefe, me rendi...sim, eu sou uma esnobe acadêmica...) 

Como descobrimos na 4a semana, esperamos mais duas semanas, quietinhos. No médico deu tudo certinho, ele fez um ultrasom e confirmou tudinho. Deu até para escutar o batimento cardíaco nessa consulta. Com a confirmação do médico que estava tudo OK, contamos para os nossos pais e mais algumas (poucas) pessoas. 

Primeiro ultrassom, com 6 semanas. 
(não são gêmeos não, viu?! Para quem nunca fez ultrassom, a bolinha meio "oca" é o saco gestacional).

Primeiro registro fotográfico pós-consulta :)

As semanas seguintes foram bem mais ou menos, pois fiquei bem enjoada, mareada e exausta! Todo dia, as 21:00, já queria ir dormir. Parecia que tinha corrido uma maratona todo-santo-dia! 

2o ultrassom, com 8 semanas, onde cub parece mais um filhote de hipopótamo com capivara do que um humaninho...
(aqui nos EUA eles não fazem muitos ultrassons, em geral, são só 3-4 na gravidez toda...mas eu tive um pequeno susto, e aí ele resolveu fazer mais um, mais para me acalmar do que qualquer coisa...meu médico é uma simpatia!)

Depois da translucência nucal e das primeiras 12 semanas, finalmente contamos para todo mundo (ou seja, postamos no Facebook). 

Cub dandou tchau na ultrasom da translucência nucal, já com perfil de gente.

Na verdade, quem contou foi a Poly :) Eu adorei essa camiseta ambígua dela. Demorei um bom tempo para conseguir fazê-la ficar numa pose (agora admiro ainda mais o trabalho de fotógrafos pet!) 

E a partir da 14a semana, começamos a registrar fotos semanais. Comprei uma camisa para fazer o countdown oficial (comprei aqui, mas a vendedora tem um tutorial DIY, e aqui a série dela). A camiseta é um pouco folgada e grande (de acordo com o site, o ideal é compra um tamanho acima do seu tamanho normal, para ter espaço para "crescer"). Pra próxima foto, vou tentar dar uma apertada na blusa por trás... 

Acho que, por enquanto, ainda estou numa fase de "ambiguidade barrigal." Ou seja, quem me conhece e já sabe da notícia, (ou seja, tem um leve viés), diz que já estou com barriguinha. Para quem não me conhece, ainda estou com o aspecto "Essa moça anda tomando muito milkshake...ela deveria pegar leve no hambúrguer..."
Ah, o limão é porque na 14a semana, o feto está do tamanho de um limão.

Bem, e esse é o motivo da embromação aqui no blog. Primeiro foi preguiça, depois falta de inspiração, depois preguiça de novo...ainda tenho os posts de Vegas para terminar, e alguns posts de acontecimentos pós-Vegas para registrar. Ou seja, a partir de agora, com um pouco de sorte, o blog não ficará um mês sem updates tão cedo... 

Labels: ,